sexta-feira, 7 de setembro de 2007

O Amor

O Amor nunca perde a paciência. Ele é sempre bondoso, prestativo e admiravelmente benéfico. Procura ser construtivo em todo o tempo.

O Amor nunca é invejoso ou ciumento. Também não é arrogante, orgulhoso, presunçoso ou gabarola. Ele não se pavoneia, não se ostenta, não se vangloria de coisa alguma. Não procura impressionar, chamar atenção para si, porta-se com extraordinária modéstia. Não alimenta ideias vaidosas acerca da sua própria importância.

O Amor tem boas maneiras. No trato com cada pessoa, nunca é mal-educado, rude ou inconveniente. O Amor não maltrata ninguém.

O Amor é o pai do altruísmo, pois jamais procura os seus próprios interesses, mantém-se cuidadosamente afastado de qualquer conotação egoísta.

O Amor é maravilhoso! Nunca se enfurece contra quem quer que seja, mesmo tendo motivos para isso. Ele não é irritadiço, tampouco melindroso. Não leva em conta o mal que alguém, porventura, lhe possa causar. Dificilmente chega a notar o mal a ele endereçado. O Amor não guarda lembranças negativas, não guarda mágoas, não guarda rancor.

O Amor não fica alegre quando alguém faz algo errado, mas fica alegre quando alguém faz o que é certo. Ele nunca está satisfeito com a injustiça, mas regozija-se quando a justiça triunfa.

Para dizer toda a verdade, o Amor é incrível! Ele nunca desiste, nunca se acomoda, nunca desaparece de cena. O Amor tudo sofre, tudo perdoa, tudo crê, tudo espera e tudo suporta! Ele sofre, perdoa, crê, espera e suporta sem limite de espécie alguma. É o grande herói de todas as circunstâncias.

Quando tudo acabar, a única coisa que vai perdurar é o Amor. Quando todos os dons e capacidades especiais que vêm de Deus terminarem um dia, o Amor continuará! O Amor jamais perecerá. Por uma simples razão: o Amor é eterno!

Há três coisas que perduram: a fé, a esperança e o Amor. Todas são muito importantes, mas não igualmente importantes. A maior destas três virtudes, sem dúvida alguma, é o Amor!

I Coríntios 13
Lisá

2 comentários:

Manela disse...

Cheguei à pouquinho e vim fazer uma visita a este cantinho que me fêz falta nestas curtas férias. Notei alguma tristeza e desanimo nas últimas mensagens, mas noto que mesmo assim, não esqueçes aquilo que é a essência da vida: o amor. Tenho a certeza, que essa pequena "nuvem negra" que pairou sobre ti, não venceu o escudo do AMOR que te liga à vida de tudo. O amor de Deus está em ti. Tu és amor! Ele te fortificará e te levantará. A nuvem... passou. Beijinhos

Marlene Maravilha disse...

O amor é lindo de todas as maneiras e vence qualquer barreira e obstaculos. Muitas vezes, porém, precisamos estar no colo de Cristo para sobrepujar as artimanhas do nosso iminigo e dar vazão a este sentimento, porque somos todos normais e existem muitos momentos que o nosso homem interior renovado e interiorizado se manifesta. Corramos entao a presença do Pai!
Lindo tema! gosto do tema amor, e todos nós deveríamos meditar diariamente sobre ele para colocar em práticae ficarmos melhor e fazendo diferença aonde passarmos!
beijos