segunda-feira, 3 de setembro de 2007

Paizinho!...

Pai!...
Paizinho!...
Sinto-me sem forças para continuar...
Há muito que me sinto "abandonada", não por Ti, mas por pessoas que considerei "as melhores".
Afinal... hoje vejo que fui mais amada por outro tipo de pessoas, pessoas que não Te conhecem, mas que desejo tanto que Te conheçam! Pai, são pessoas boas, honestas e, acima de tudo, amigas, amigas de verdade!
Sabes, Pai? Algumas, não as vejo há mais de 10 anos, contudo, frequentemente se lembram de mim, não esqueceram os anos em que vivemos tantas coisas juntos e, tenho a certeza, não vão esquecer!
Não deixam de telefonar, mesmo quando eu não me lembro!
Não deixam de querer estar comigo, mesmo quando eu acho que não tenho tempo!
Não deixam de me procurar, mesmo quando eu penso que me perderam o rasto!
Ajuda-me, Pai, usa-me e cria circunstâncias para que Te conheçam. Quero tê-las comigo na eternidade, quero adorar-Te juntamente com elas!
Quanto às "melhores", não percebo! Esforço-me, mas não percebo!
Estou abatida!...
Pai, hoje, falando das "melhores", alguém me disse: "passaste de bestial a besta". O pior é que eu sinto que isso é verdade. E dói! Dói muito!!!
Mas... estas conhecem-Te, Pai! Por isso, eu não percebo! Esforço-me, mas não percebo!
Um dia, numa altura em que eu me sentia mais ou menos como me sinto hoje, uma das "melhores" disse-me: "nunca te esqueças que quanto mais amares as pessoas, menos amada te sentirás, mais sozinha vais estar"!
Hoje lembrei-me destas palavras, no entanto, continuo sem perceber, Pai!
Sinto-me sem forças para continuar...
Sim, sinto-me assim. Mas desenganem-se os meus inimigos, porque o Senhor é a minha força!
Não vou duvidar das Tuas promessas, Pai! Duvidar delas, segundo a mentalidade moderna, é sintoma de desenvoltura intelectual. Pois que pensem o que quiserem.
Não vou ser ignorante, Pai! A ignorância satisfaz os objectivos dos que se aproveitam de pessoas que não sabem distinguir a sua mão direita da sua mão esquerda.
Não vou ser hipócrita, Pai! Hipocrisia é aquele sentimento que cria uma aparência de segurança, santidade e boas intenções, sem que elas existam realmente.
Não vou ser falsa, Pai! A falsidade dá lugar a todo um rol de doutrinas erróneas, incumprimento dos Teus mandamentos e vãs maneiras de viver.
Quero fazer-Te uma promessa, Pai: jamais irei esquecer-me de Ti!!!
Amo-Te muito Pai!

Lisá

2 comentários:

Anónimo disse...

Inevitavelmente chorei ao ler-te e ao perceber tão bem a tua dor...

Por repetidas vezes usas a palavra 'PAI'.

Ele sim, jamais nos desiludirá. Ele apenas é Aquele que nunca, em circunstância alguma, nos virará as costas.

É Ele que confirma o que sentimos quando esperamos n'Ele.

Ao ler-te hoje percebo tão nitidamente o Seu braço sobre ti.
Ele entende-te, Ele sustém-te, Ele é imutável: os Seus sentimentos jamais andam sem rumo ao sabor do vento. Isso é de homem. E Ele não é homem - Ele é Deus. E mais: para Ti, como tão bem exprimes, Ele é 'Paizinho'...

Se não fosse este Pai, Lisa, onde estaria eu agora, neste momento? Não estaria de certeza chorando de gratidão pelo Seu amor que me enche, mesmo nos piores momentos da minha vida, que tento tantas vezes disfarçar por detrás de um sorriso.

Junto à tua a minha oração.

Tens sido uma lição de vida em forma humana para mim...
Nunca esquecerei isso, por cem anos que viva.

É Deus quem te levanta. É Ele que te anima, que te consola, que percebe tudo o que acontece em ti.

É este o Deus que temos conhecido. O Deus terno, mas justo, que tudo vê e tudo conhece, por mais que se tente ocultar ao olho humano...

Amo-Te Paizinho...

Beijos para ti, minha amiga.

Manela disse...

Fiquei triste por ti e com pena de ter o meu ombro tão longe... Não posso deixar de comentar, apesar de já terem passado uns dias, e acreditar que já ulprapassas-te o desanimo, para te dizer que em qualquer momento, mesmo nos piores, e sobretudo nos piores, podes contar com o meu carinho e atenção. Não dês demasiada importãncia aos que te querem derrubar, eles não te conhecem. Tu és uma "torre" e o amor de Deus te fez forte, não cairás. Deus cuida de ti. Beijinhos